Não suporto mais o salgado e amargo gosto das lágrimas que escorrem no meu rosto. Parecem ser sempre as mesmas, como se tudo fosse parte de um trágico filme que se repete sem cessar. Talvez o amargo não seja das lágrimas, mas sim da dor que sinto rasgar o peito e estraçalhar meu coração já cansado de sofrer, de gritar e explicar. Satisfação, não quero dá-la a mais ninguém. Quero enfim confiança pois só o amor não basta, NUNCA bastou. Amor não é o teto, é o conforto. Eu amo, mas sofro e o sofrimento as vezes é tão constante que chego a pensar que não é opcional, é destino e que isso não é amor. Espero ... porque já não tenho mesmo mais nada a fazer, esgotaram minhas cartas, minha força. Que o tempo traga a sabedoria, antes que o teto desabe e tudo se acabe.


Ps.: HOJE NÃO SINTO MAIS NADA DISSO. São textos que eu julguei ter perdido, que hoje já não fazem sentido, mas que eu gostei e que talvez ajude alguém  - Fevereiro 2010

15 comentários:

  1. Ja diria Stendhal: "As lágrimas são o extremo sorrir do amor."

    Mais uma vez bem escrito.. =*

    ResponderExcluir
  2. A tristeza é o intervalo entre duas felicidades!
    Não pode chover o tempo todo moça ^^

    :O colocou meu blog nos seus favoritos UHAUAHUAH
    brigadão
    Bjaum!


    www.suportedamente.blogspot.cmo

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu blog!
    Depois da tempestade, vem o arco-íris! =)
    To seguindo

    ResponderExcluir
  4. Incrível como o tempo e o amadurecimento nos faz crescer e ter uma percepção melhor das coisas.

    ResponderExcluir
  5. Textos como esse nos fazem refletir, sobre todos os sentimentos que nos rodeia.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que texto lindo *-*
    Sim, esse faz refletir, pensar em tanta coisa. Sempre o amor que é o 'alvo' de tudo, e esse texto lindo me fez pensar sobre a mistura de sentimentos (:

    http://kabeatrizcosta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. ain Mineira, me sinto assim às vezes...me parece q o destino só traz tristeza...tô esperando essa sabedoria chegar tb,antes q seja tarde...muito lindo o jeitinho q vc escreveu flor...bj sigo sempre

    ResponderExcluir
  8. Uau. Adorei!
    E ler textos antigos nossos nos fazem refletir...e ver que a vida é feita de fases.

    Bjs! ;*

    ResponderExcluir
  9. amor nao sobrevive sem a confiança.
    tbm estou lendo a menina q roubava livros *-*

    ResponderExcluir
  10. Ola moça,

    Deixe- me comentar sobre teu texto...e sobre o amor...

    O amor é algo livre, sofrer sim é opcional. Amar é entregar e entender que algo não lhe pertence por integral para ser seu. Amar é deixar ir, e isso é tão complexo...
    Ninguém é de ninguém, e quando entedermos isso ao pé da letra, veremos que podemos converter nossa dor em algo bom. Entenda, se aquela pessoa lhe fez algum mal em um momento da vida,a responsabilidade não foi dela, e sim sua. voce esteve lá porque quiz, e a pessoa, por sua vez, interagiu como achou que deveria, e ninguém é culpado por cada um querer uma coisa diferente.
    Por exemplo, quando fazemos um gesto de amor, é para demonstrar o aque sentimos, e não para aquela pessoa nos amar. Um cara pode fazer tudo por você, e talvez, mesmo assim, vc não o ame. E talvez ele vire uma tapa na cara de uma mulher, e ela morra de amor por ele. Perceba, dar o tapa não é um gesto de amor, mas mesmo assim, alguém pode amar alguém que faça isso. E não que a pessoa que de o tapa seja ruim, nós temos a opção de ficar do lado dela ou simplismente ir embora...

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. É engraçado ver o movimento das coisas, dos sentimentos, na natureza ou dos fenomenos a nossa frente...tudo muda, tudo passa, mas sei-la, parece q tem algo q nunca termina, q esta sempre dizendo algo pra nós, mesmo q não seja no seu sentido original q foi composto, mas é como se seus resquicios ficasse. Digo isso pq parecwe q foi algo q vc disse q escreveu em fevereiro, mas quis pública-lo, talvez vc não perceba, mas este texto ainda diz respeito a vc, mesmo q seja de outro jeito...isso al vezes soa pra mim como a beleza da vida...o movimento singular da vida. Espero não ter falado muita besteira.

    ResponderExcluir
  12. Boa Tarde...
    O blog 'Audio Phone' tem 2 selos-premios para seu blog..Passa lá

    http://audiophonemusik.blogspot.com/2010/09/premio-blog-de-ouro.html

    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Tammyy..profundo seu texto, praticamente um desabafom gostei como retratroou as coisas..realmente há momentos que em que a dor parecer ser um extra da vida...mas como dizem, pra se conhecer o prazer, primeiro tem que se conhecer a dor não é?? tá de parebéns...bjãooo.
    Ahhh...que tal uma parceria?? gostei demais dos seus textos...

    http://conto-da-meia-noite.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Sua opinião/comentário são de extrema importância. Tudo será devidamente correspondido (prometo). Volte sempre ok? Não se esqueça. Beijos